Manual de redação do site – parte 2

Definir um manual de redação logo na primeira vez é algo difícil, pois é preciso experimentar o que funciona e o que não funciona. Além disso sempre aparecem algumas particularidades em alguns textos que exigem algumas padronizações não contadas anteriormente.

Vamos às novas padronizações:

Intertítulo

-Cada matéria precisa ter no mínimo 1 intertítulo e no máximo 2
-Salvo exceções especiais, como listas ou estatísticas
-O Intertítulo é escrito sempre em negrito e não há espaço entre o mesmo e o parágrafo seguinte.
-O Intertítulo pode ter um tamanho máximo de 40 caracteres
Referências

– Quando fizer referências a algum artigo ou textos de terceiros, colocar a referência no final do texto da seguinte forma:

GRUESKIN, Bill; SEAVE, Ava e GRAVES, Lucas. THE STORY SO FAR – WHAT WE KNOW ABOUT THE BUSINESS OF DIGITAL JOURNALISM. Columbia Journalism School, 2011.

-Quando mencionar um site, colocar link para o mesmo na matéria
-Toda matéria precisa ter pela menos uma fonte ao final, caso o leitor queria se aprofundar no assunto.
– Um exemplo de como usar um artigo citado está nesse link para um post do blog da Raquel (https://learningtowebdesign.wordpress.com/2011/10/12/entrar-na-danca-e-lucrar-com-ela/ ) Os artigos mencionados são citados no final.
– Outra forma é usar uma lista de “Quer saber mais?” no final, com a lista de links.

Nomes de faculdades e artigos
-Os nomes das faculdades utilizar o nome em português (Universidade de Nova York, e não New York University)
-Artigos: usar o nome traduzido para o português, e entre parênteses o nome original. Excetuando os artigos já escritos em português.
-Se colocar link para o artigo, coloque-o linkado no nome no idioma original